Entenda a principal diferença entre juros simples e composto

Juros simples e composto: entenda o que são e para que servem

Você sabia que os juros simples e composto estão presentes em todas as transações financeiras? É por esse motivo que é tão importante conhecê-los e saber como são aplicados no seu dia a dia. 

Além disso, conhecer qual a diferença entre eles é fundamental para você conseguir fazer um planejamento financeiro eficiente. 

E para ajudar você a entender o que é e para que servem os juros simples e composto, preparamos este artigo. Continue a leitura e tire suas dúvidas! 

 

Entenda o que são juros 

Os juros são os valores que uma pessoa paga por pegar emprestado certa quantia em dinheiro para comprar um produto/serviço ou usar para outros fins, como é o caso do empréstimo.  

Veja o exemplo do cartão de crédito: caso você atrase o pagamento da fatura, o banco irá te cobrar juros, pois para comprar algo no cartão, a instituição precisou te emprestar o valor no momento da compra. 

Caso seja você que esteja emprestando seu dinheiro para o banco ou instituição financeira, como acontece quando você faz um investimento, será você que receberá seu dinheiro com o rendimento acordado, que muitas vezes pode estar ligado à taxa de juros.  

Ou seja, concluindo, o juros é o valor do dinheiro dentro de um determinado tempo. Seja você emprestando ou tomando emprestado a quantia, o juros será cobrado. 

Em quais ocasiões posso receber juros? 

Os juros simples e compostos formam a base de algumas transações financeiras e quando você tem conhecimento sobre como eles atuam na economia, fica mais fácil você tomar decisões para controlar o seu dinheiro. 

Você pode receber a cobrança de juros em todos os pagamentos que você precisou de crédito, ou seja, que você empurrou o pagamento para o futuro, como é o caso de compras parceladas, financiamentos e empréstimos. 

Saiba a diferença entre juros simples e composto 

Agora que você já sabe o que são juros e que eles são aplicados de forma diferente para empréstimos e investimentos, veja a seguir qual a diferença entre juros simples e composto! 

 

Juros simples 

Os juros simples se baseiam no total do valor que foi emprestado ou investido. Essa é a principal diferença dos juros compostos, que são baseados nesse mesmo total, mais os juros que se acumulam com o passar do tempo. 

De modo geral, os juros simples representam uma porcentagem fixa do valor total que foi investido ou emprestado dentro de um período pré-fixado. Por essa razão, é mais fácil determiná-los. 

Os juros simples são mais comuns em operações de empréstimo e estão presentes, por exemplo, nos financiamentos de carros. 

Um exemplo de juros nesse caso é: você resolveu pedir um empréstimo de R$ 20.000 com a taxa de juros anual de 6% e vai pagar no período de 3 anos. Então o cálculo do juros simples será o valor do empréstimo (R$ 20 mil), multiplicado pelos juros (6%) e pelo número de anos a pagar (três). 

Dessa forma, o valor total a ser pago ao final será de R$ 23.600,00 (R$ 20.000 + R$ 3.600 – juros). 

Juros compostos   

Esse tipo de juros normalmente é cobrado para relações financeiras que duram um maior período de tempo e são comuns em investimentos de longo prazo.

Esse tipo de juros causa um efeito cascata que gera uma soma e adição de juros sobre juros com o passar do tempo. 

Por exemplo, se você aplicou R$ 1.000,00 e no acordo tem dizendo que no final do mês você receberá 5,5%, então será uma quantia de R$ 55,00. Porém, no segundo mês, será calculada a taxa de 5,5% sobre R$ 1.055,00 (valor do primeiro mês), ou seja, você terá R$ 1.113,02, já acrescido de juros. 

Mas, caso você tenha solicitado um empréstimo, o valor do juros será cada vez maior, uma vez que será calculado sempre em cima do juros do mês anterior. 

 

Principal ponto de diferença entre os tipos de juros 

A maior diferença entre os juros simples e composto é a cobrança cumulativa da taxa sobre o tempo.  

Se você prestar atenção na fórmula de juros compostos, vai perceber que no caso de investimentos, a frequência dos períodos é determinante para os ganhos. 

Já no caso de juros compostos para pagamentos, a perda é maior, uma vez que o juros que você terá que pagar será calculado sempre com base no juros do mês anterior, ou seja, quanto mais tempo (períodos compostos), maior serão os juros acumulados. 

 

Entenda a importância de saber o que é cada um dos tipos de juros  

O conhecimento sobre cada um dos tipos de juros pode ser um grande aliado para manter uma vida financeira saudável.  

Para quem investe em aplicações de renda fixa, por exemplo, os juros altos são fortes aliados para aumentar o patrimônio investido. 

Mas, se você tem dívidas, a exemplo do cartão de crédito, os juros podem causar um verdadeiro pesadelo na sua vida. Isso acontece porque as taxas de juros dessa operação são bastante altas, fazendo com que a dívida vire uma bola de neve com o tempo  

Viu como juros simples e compostos fazem parte do seu dia a dia mais do que você imaginava? Conhecê-los permitirá que você tome melhores decisões em relação às suas finanças. 

Se você estiver com dívidas em aberto e deseja encontrar a melhor solução para conseguir quitá-las , então clique aqui e consulte o seu CPF. Você pode renegociar as suas dívidas com até 98% de desconto no nosso site. 

Você também pode gostar
valor salario minimo 2022_recovery
O valor do salário mínimo em 2022 mudou, assim ... Leia mais ➜
Cartão de crédito para negativado: saiba se é possível fazer
Conseguir um cartão de crédito para negativado é possível ... Leia mais ➜