Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.
Aproveite as ofertas exclusivas que temos para vocês.
Ícone Whatsapp

Como ter um cartão de crédito aprovado mesmo tendo um score baixo 

25 de outubro de 2023 por Marina Victoria de França Lima

Quem tem um scorebaixo sabe como é difícil ter um pedido de cartão de crédito aprovado. Isso porque a pontuação do score serve como um termômetro para os bancos e financeiras na hora de validar a concessão de empréstimos e financiamentos e, também, cartões, que têm um limite de crédito para o consumidor usar e pagar depois. Por isso, manter um bom score de crédito é muito importante.  

Mas sabia que, em alguns casos, é possível ter um cartão aprovado mesmo com score baixo? Continue a leitura e entenda como! 

 

O que é e como funciona o score de crédito

O score de crédito é uma pontuação que as instituições financeiras utilizam para avaliar o risco de liberar crédito. Ela é calculada pelos birôs de crédito, bancos e financeiras a partir da análise do histórico financeiro e do comportamento do consumidor em relação à assiduidade nos pagamentos de suas obrigações, como empréstimos, financiamentos e faturas do cartão, por exemplo. 

O score de crédito reflete um período de sua vida financeira. Portanto, ele não muda de um dia para o outro. A pontuação costuma ser de 0 a 1000. Veja como a Serasa faz a sua classificação: 

  • De 0 a 300 pontos: score muito baixo (alto risco de inadimplência) 
  • De 301 a 500 pontos: score baixo (risco médio de inadimplência) 
  • De 501 a 700 pontos: score bom (baixo risco de inadimplência) 
  • De 701 a 1000 pontos: score excelente (risco de inadimplência muito baixo) 

 

Quais as razões de ter o score baixo?

Um score de crédito baixo pode ser resultado de vários fatores, como:  

  • Histórico de pagamento irregular  
  • Inadimplência em contas passadas  
  • Alta utilização de crédito em relação aos limites disponíveis  
  • Pouca diversidade de tipos de crédito utilizados 
  • Histórico de consultas frequentes por diferentes instituições financeiras 
  • Falta de histórico de crédito para análise 

Portanto, comportamentos financeiros como atrasos recorrentes no pagamento de contas e empréstimos podem contribuir para a redução do score de crédito. Isso pode dificultar a obtenção de crédito ou resultar em condições menos favoráveis, como taxa de juros mais altas.  

 

Cartão de crédito e score: qual a relação?

O processo de obtenção de um cartão de crédito, mesmo que seja aprovado com score baixo, geralmente envolve as seguintes etapas:  

  1. Solicitação

O interessado em obter um cartão de crédito preenche uma solicitação junto à instituição financeira. Nessa etapa, são fornecidas informações pessoais e financeiras, como renda mensal, histórico de emprego, endereço, entre outras. 

  1. Análise de crédito

A instituição financeira realiza uma análise do perfil de crédito do solicitante. Isso inclui a consulta a órgãos de proteção ao crédito para verificar se há pendências financeiras, atrasos ou inadimplência em pagamentos anteriores. 

  1. Cálculo do score de crédito

Com base nas informações obtidas, a instituição utiliza modelos estatísticos para calcular o score de crédito de quem está solicitando crédito ou cartão. Cada instituição calcula o seu score, mas em geral a pontuação segue mais ou menos o mesmo modelo da classificação da Serasa (acima). Quanto maior a pontuação, melhor é o score e, consequentemente, menor é o risco percebido pelo credor. 

  1. Avaliação do risco

Com o score de crédito em mãos, a instituição financeira avalia o risco de conceder crédito ao solicitante. Se a pontuação for considerada alta e o perfil do cliente atender aos critérios de concessão do cartão de crédito, é mais provável que o cartão seja aprovado com limites de crédito mais vantajosos. 

  1. Definição dos termos

Caso aprovado, a instituição define os termos do cartão de crédito, incluindo:  

  • Limite de crédito 
  • Taxas de juros 
  • Anuidade (se houver) 
  • Outras condições associadas ao uso do cartão 

É importante ressaltar que o score de crédito é apenas uma das informações consideradas pelas instituições financeiras na análise de crédito. Outros fatores, como renda, histórico de emprego, relacionamento com a instituição e o próprio objetivo do cliente ao solicitar o cartão, também podem influenciar a decisão final.   

Cada instituição possui critérios próprios para análise de crédito, e o processo pode variar de acordo com a política e os produtos oferecidos por cada uma delas.  

 

É possível conseguir cartão de crédito mesmo com score baixo?

Sim, porque algumas instituições financeiras oferecem cartões de crédito para diferentes perfis de clientes. Portanto, isso abre a possibilidade de liberação do crédito para pessoas com score mais baixo ou até mesmo negativadas.    

Esses cartões, geralmente conhecidos como “cartões de crédito para reconstrução de crédito” ou “cartões para baixo score”, costumam ter limites de crédito mais baixos e taxas de juros mais altas, já que o credor corre um risco maior de não receber.  Contudo, são uma alternativa para quem está buscando melhorar seu histórico de crédito.  

Além disso, algumas instituições também podem oferecer cartões pré-pagos. Esses funcionam mediante um depósito como garantia de crédito, e o limite do cartão é equivalente ao valor desse depósito.   

O uso responsável do cartão de crédito,mesmo com um score baixo, pode ajudar a reconstruir o crédito ao longo do tempo, demonstrando aos credores uma gestão financeira responsável.   

 

Como aumentar o score de crédito de forma rápida? 

Caso a instituição a qual você deseja pedir o cartão não libere crédito para quem tem um score baixo, é importante entender como aumentar o seu score.Esse é um processo gradual, que depende de comportamentos financeiros consistentes ao longo do tempo. No entanto, algumas estratégias podem ajudar a melhorar o score em um prazo relativamente curto:  

  • Pague suas contas em dia  
  • Reduza o uso do crédito 
  • Evite abrir novas contas de crédito  
  • Mantenha contas antigas abertas  
  • Diversifique suas linhas de crédito  
  • Regularize dívidas em atraso 
  • Solicite um limite de crédito maior  

Lembre-se que, embora essas estratégias possam ajudar a melhorar seu score de crédito em um prazo razoável, a construção de um bom histórico de crédito é um processo contínuo que requer disciplina e responsabilidade financeira a longo prazo. 

Agora que você sabe que é possível ter um cartão de crédito com score baixo, mantenha um planejamento financeiro eficiente para pagar as contas em dia e, com isso, aumentar a sua pontuação de score.  

E se você quer quitar as dívidas para iniciar a sua recuperação financeira, clique aqui e consulte o CPF com a Recovery.Aqui, você renegocia a sua dívida com descontos de até 99% e parcelas a partir de R$50. Aproveite!