Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.
Aproveite as ofertas exclusivas que temos para vocês.
Ícone Whatsapp

Como pedir o parcelamento de dívidas? 

24 de abril de 2023 por Marina Victoria de França Lima

Manter as contas em dia pode não ser uma tarefa tão fácil, ainda mais no início do ano, onde é preciso pagar débitos como IPTU, IPVA, o cartão de crédito costuma vir mais alto devido às compras de final de ano, e tantos outros compromissos. 

É por isso que o parcelamento de dívidas é algo tão importante e pode ser considerado para evitar que o seu nome vá parar nos órgãos de proteção ao crédito. 

Para ajudar você a entender como pedir o parcelamento de dívidas, e quais tipos de débitos que aceitam essa opção, preparamos este conteúdo. Acompanhe! 

 

O que é o parcelamento de dívidas 

Parcelamento de dívida é quando você não tem o valor total para quitar um débito e pede que ele seja dividido em várias parcelas. 

Assim, para evitar que o seu nome seja inserido em órgãos de proteção de crédito, ou mesmo que você tenha problemas com o Governo, o que inclui a Receita Federal, o parcelamento da dívida é uma forma de você quitar o débito com mais prazo.

 

Quais são as dívidas que podem ser parceladas 

Podem ser parceladas dívidas com o Governo e também com empresas privadas. Alguns exemplos de parcelamento de dívida são: 

  • quaisquer dívidas no âmbito do Simples Nacional; 
  • débitos diversos com a Receita Federal; 
  • dívidas trabalhistas; 
  • dívida com IPVA; 
  • dívida com IPTU; 
  • dívidas do MEI; 
  • débitos tributárias; 
  • dívidas com financiamentos; 
  • dívidas com cartão de crédito; 
  • dívidas com empréstimos, entre outros.

 

Como solicitar o parcelamento de dívidas 

O primeiro passo para pedir o parcelamento de dívidas é entrar em contato com a empresa com a qual você fez a dívida. 

Quando isso acontece com empresas privadas, como financeiras e bancos, é possível entrar em contato através dos canais de atendimento e solicitar o reparcelamento de dívida. Por vezes, a depender da empresa, você pode até mesmo escolher os valores das parcelas, facilitando que você consiga quitar a dívida. 

Porém, fique atento(a) à taxa de juros, principalmente se as dívidas forem com cartão de crédito, pois esses costumam ter as taxas mais altas do mercado. 

Caso a dívida seja com o Governo, seja na esfera municipal, estadual ou federal, é preciso entrar em contato pelo site da instituição e procurar pela opção “parcelamento de dívida”.  

Se existir posto de atendimento presencial, também é possível agendar um horário ou ir diretamente até o órgão para solicitar o parcelamento de dívidas. 

Lembre-se de negociar o parcelamento, evitando taxas de juros abusivas.Além disso, é preciso pensar em parcelas que caibam no seu bolso, pois, caso você não consiga quitar, corre o risco de ter seu CPF negativado ou ainda ficar superendividado.

 

O que acontece se não pagar as parcelas da dívida 

Ao atrasar o pagamento das parcelas, além do valor original, você ainda terá de pagar multas e juros. Isso sem falar que você ainda corre o risco de perder o seu bem, seja imóvel ou veículo, caso tenha feito algum compromisso do tipo. 

Além disso, terá várias restrições com relação ao bem adquirido. No caso de dívidas com empresas privadas, pode ter o nome negativado, tendo dificuldade de conseguir crédito quando necessário. 

Agora que você sabe como pedir o parcelamento de dívidas, fique atento a essas dicas e invista em um bom planejamento financeiro. Dessa forma, você evita o endividamento e pode continuar realizando os seus sonhos! 

Confira aqui se você tem dívidas abertas com a Recovery.Nós damos condições de até 99% de desconto e parcelas a partir de R$50 para você conseguir quitar o que deve e se livrar das dívidas. Aproveite!