Pagamento por aproximação: afinal, é seguro?

Você é adepto(a) ao pagamento por aproximação, mas não sabe quais os riscos de usá-lo? 

Esse recurso acabou ganhando forte adesão durante a pandemia do Covid-19, por se tratar de um método mais higiênico para realizar pagamentos, pois não depende de contato físico com a maquininha de cartão. 

 Essa transformação digital trouxe grandes avanços tecnológicos mas também é necessário estar atento às tentativas de golpes e fraudes, pois os golpistas acabam se adaptando aos novos recursos. 

Para ajudar você a entender o que é pagamento por aproximação e se ele é seguro, continue a leitura! 

 

O que é o pagamento por aproximação? 

O pagamento por aproximação, também conhecido como contactless payment, trata-se de uma forma de pagamento que não depende de contato físico. Porém, dependendo do valor da operação, será preciso inserir a senha do cartão.  

Para que o pagamento sem contato ocorra, é necessário que o cliente tenha um cartão por aproximação, celular ou relógio inteligente. 

Funciona assim: o usuário aproxima o cartão da maquininha de pagamento, e se estiver tudo certo, a transação é efetivada. 

Neste caso, a senha do usuário só é solicitada quando o valor da compra for maior do que o estipulado para o serviço, pois cada instituição financeira tem um limite de pagamento por aproximação sem precisar de senha. 

Essa modalidade tem o objetivo de facilitar a vida dos consumidores. Afinal, é uma maneira rápida e eficiente de realizar um pagamento. Além disso, a transação é criptografada, o que acaba dificultando o acesso aos seus dados e consequentemente, a clonagem do cartão. 

Por isso, a maioria dos cartões de crédito e débito atuais já estão sendo gerados com essa funcionalidade. 

 

Como saber se você tem essa possibilidade de pagamento no seu banco? 

A maioria dos novos cartões já estão sendo gerados com a tecnologia NFC. Por isso, antes de contatar o seu banco, certifique-se se o seu cartão é contactless

Para isso, observe se nele há um símbolo de ondas, parecido ao da tecnologia Wi-Fi, na frente ou no verso. Caso positivo, basta ativar a função no aplicativo do banco e realizar os pagamentos por aproximação. 

Ao contrário, entre em contato com a instituição financeira e solicite um novo cartão com a tecnologia. 

Há ainda a possibilidade de realizar o pagamento por aproximação de celular. Basta acessar o Google Pay para dispositivos Android ou o Apple Pay no caso de aparelhos iOS e baixar um dos aplicativos. 

Em seguida, é preciso incluir o cartão desejado e seguir os próximos passos indicados pelo app para cadastrá-lo. Por fim, ative a função NFC no smartphone ou smartwatch e aproxime-o da maquininha para fazer a compra. 

 

Afinal, é seguro utilizar esse método de pagamento?    

Uma dúvida muito comum dos usuários é sobre a segurança das transações feitas no pagamento por aproximação. Do ponto de vista da tecnologia, essa modalidade é tão ou mais segura que a utilizada em cartões de chip. 

Isso porque todas as informações são criptografadas, impedindo que haja clonagem ou acesso aos dados do consumidor. 

Além disso, é possível estipular um valor máximo que pode ser pago com essa tecnologia. Portanto, quando o valor é excedido, a transação é realizada com a digitação da senha. 

Já com o uso do celular a segurança aumenta ainda mais, pois todos os pagamentos dependem da confirmação de dados do cliente no aparelho. 

 

Entenda as vantagens e os riscos de usar o pagamento por aproximação 

O pagamento por aproximação conta com vantagens e riscos que devem ser avaliados antes de optar por essa metodologia. Portanto, vamos explicar os pontos positivos e negativos da tecnologia NFC. Confira! 

 

Vantagens

Uma das vantagens ao consumidor é a praticidade. 

A transação é feita de forma mais rápida e fácil, basta que o usuário aproxime o cartão do leitor. 

Além de ser uma metodologia segura, protegida por criptografia, o que dificulta o acesso aos dados do cliente. 

 

Riscos 

Os riscos do pagamento por aproximação não estão relacionados a uma falha tecnológica. São consequência da má índole de pessoas que aproveitam-se da desatenção do usuário para cometer ações criminosas. 

Com o sucesso dessa metodologia, é comum que os cartões atuais habilitem automaticamente essa forma de pagamento. Consequentemente, alguns consumidores desconhecem essa informação e não se preocuparão em bloquear em caso de perda ou roubo, ficando a mercê de quem encontrá-lo. 

Além disso, na hora do pagamento, é preciso estar atento(a), pois o vendedor pode digitar um valor maior sem que o cliente perceba. 

Por isso, é indicado que os usuários realizem as seguintes ações para se proteger de golpes e fraudes:

  • ativar notificações automáticas; 
  • acompanhar o extrato; 
  • conferir o valor cobrado na hora da transação; 
  • bloquear imediatamente o cartão em caso de perda ou roubo; 
  • reportar à instituição financeira compras desconhecidas. 

Tomando essas precauções, as chances de ser vítima de algum golpe são consideravelmente reduzidas. 

Como vimos, o pagamento por aproximação funciona de uma forma extremamente prática, simples e segura, uma vez que é protegida pela criptografia. 

No entanto, mesmo com todo o cuidado, ainda há tentativas de golpes e fraudes. Por isso, é fundamental realizar ações preventivas e assegurar-se da proteção dos seus dados. 

De todo modo, vale a pena utilizar a tecnologia NFC para otimizar as suas transações financeiras. 

Você sabia que algumas dívidas podem estar sob nossa concessão? Isso quer dizer que você tem a chance de poder renegociar a sua dívida com até 98% de desconto e quitar seus débitos com condições especiais. Para ver se você tem alguma dívida com a Recovery e negociar seu débito, clique aqui.

Você também pode gostar
Como sair das dívidas: tire todas as suas dúvidas
Dívida prescreve? Estar inadimplente e ter restrição de crédito ... Leia mais ➜
cartão de crédito
Conseguir um cartão de crédito para negativado é possível ... Leia mais ➜