Saiba o que faz um freelancer e como iniciar na profissão

Se você está em busca de uma nova fonte de renda ou até mesmo uma renda extra para complementar o seu salário, saiba que a profissão de freelancer pode ser uma boa opção. 

O desemprego, que atingiu cerca de 12 milhões de brasileiros no final de 2021, segundo o IBGE, abriu portas para novas oportunidades de trabalho, como é o caso de poder prestar serviços online de forma autônoma. 

Para quem já está desempregado, e quer iniciar como freelancer, existes diversas áreas de atuação, incluindo muitas em que se pode trabalhar de maneira remota. Mas, para quem quer deixar seu emprego para virar um freelancer, é preciso fazer um bom planejamento financeiroantes de migrar para essa profissão. 

Continue a leitura e entenda tudo sobre o que faz um freelancer e como se formalizar na profissão. 

 

Afinal, o que é freelancer? 

Um freelancer é um profissional que atua de forma autônoma para diferentes empresas e prospecta seus clientes de forma independente. 

Portanto, o freelancer atua sem vínculo empregatício com as empresas para a qual trabalha. E é justamente por isso que eles possuem liberdade para oferecer seus serviços para pessoas físicas ou jurídicas. Com isso, tornando-se um freelancer, você pode ter diversos clientes ao mesmo tempo.  

E o melhor, sendo um profissional você mesmo(a) pode precificar o seu serviço ou produto. Dependendo do ramo que você escolher, por exemplo, caso seja por prestação de serviços, é possível cobrar por hora ou por mês, assim o valor fica de acordo com o negociado com o cliente. 

Quanto maior a experiência e a qualificação do profissional, maior são os rendimentos ao final do mês. 

 

O que é preciso para se tornar um freelancer? 

Se você deseja se tornar um profissional freelancer, saiba que o comprometimento e a pontualidade nas entregas é um fator primordial para você ter sucesso nessa profissão. Além disso, a disciplina também é necessária, pois é preciso gerenciar os próprios horários. 

Dessa forma, uma boa reputação no mercado pode ser mantida por meio de trabalhos de qualidade e entregues nos prazos estabelecidos

Ser bom de relacionamento interpessoal também é primordial, já que será necessário negociar com clientes, fornecedores e manter um bom atendimento. 

Outro ponto positivo é ter autoconhecimento, pois é preciso entender suas habilidades e limitações para suprir as expectativas dos clientes.  

Também é preciso gerenciar bem todas as habilidades técnicas para garantir a qualidade das entregas, e manter uma rede de contatos ativa também ajuda bastante na hora da indicação de novos clientes. 

E o primordial, é saber como se organizar financeiramente, pois ser um profissional freelancer é, muitas vezes, depender de demandas que podem ou não acontecer. 

 

Conheça algumas vantagens de ter esse tipo de trabalho 

Ser um profissional freelancer também oferece vantagens significativas. Confira a seguir! 

 

Rotina flexível  

Uma vez autônomo, você possui a autonomia para decidir quando e com quais projetos gostaria de trabalhar. Além disso, também é possível escolher os horários e dias para se dedicar ao trabalho. 

Além do mais, você pode se tornar um nômade digital, ou seja, um freelancer que trabalha na modalidade home office, trabalhando de onde for mais conveniente, seja de casa, de outro país, de um café, coworking, dentre os mais diferentes lugares, desde que tenha rede de internet e um notebook. 

Também é possível conciliar trabalho, estudos e vida pessoal, e é por isso que muitos profissionais estão migrando para esse tipo de profissão. 

 

Crescimento da renda de maneira escalável  

Como dito, o próprio freelancer investe tempo para o crescimento da sua carreira e isso respalda diretamente na sua remuneração. Quanto mais especializado for o seu serviço, mais rapidamente você consegue aumentar a sua renda como freelancer. 

Mas, para isso, você deve somar grande conhecimento acerca das atividades realizadas, além de manter um bom marketing pessoal e a qualidade das entregas. Por isso, um profissional freelancer pode pegar vários clientes ao mesmo tempo, escalando a sua renda mensal

 

É possível se formalizar com freelancer?  

Sim, é possível e também recomendado se formalizar trabalhando por conta própria. Para isso, você pode começar abrindo um CNPJ como MEI. 

Basta acessar o Portal do Empreendedorpara fazer o cadastro e emitir o CNPJ. Todo o processo é feito de forma online. 

Para o MEI, o pagamento de impostos também é facilitado, pois as cargas tributárias são baixas, justamente para incentivar o empreendedorismo. E ao se formalizar, é possível emitir notas fiscais, muitas vezes exigidas por tomadores de serviços. 

Para ser MEI, você precisa ter um limite de faturamento anual de R$ 81 mil. À medida que os trabalhos se expandirem, é possível migrar a categoria da empresa para atender às demandas de faturamento. 

Já está em tramitação para aprovação na Câmara o aumento desse faturamento anual para R$130 mil,mas ainda faltam algumas etapas para ser totalmente implementado. 

Abrir uma contaseparada para a pessoa jurídica também é recomendado. Dessa forma, você não mistura as despesas pessoais com as da empresa. 

 

Como se organizar para começar a trabalhar como freelancer? 

Ser freelancer pode ser sua atividade principal ou secundária. De qualquer forma, garantir dinheiro a mais entrando no orçamento familiar todos os meses é uma forma de manter o orçamento menos apertado. 

Para tanto, é preciso se organizar, principalmente se você estiver fazendo a transição de um emprego formal, ou seja, contratação CLT, para freelancer. 

Nesse sentido, um planejamento financeiro é fundamental. Confira a seguir as dicas para se organizar! 

 

Faça uma reserva financeira 

Quem trabalha como freelancer tem de se adaptar à renda variável. Isso porque, pode haver meses com mais e menos demandas de trabalho. 

Para passar pelos períodos de baixa procura pelos serviços, contar com uma reserva financeiraé fundamental. 

Ela garante que você tenha capital para manter não só a sua saúde financeira em tempos de crise ou emergências, mas também o seu estilo de vida. Com isso, você garante o pagamento das contas em dia, evita o endividamento e também diminui o estresse. 

Tudo isso é primordial para que você possa focar no trabalho, prospectar mais clientes e garantir entregas de qualidade. 

E após fazer a sua clientela e ter demandas recorrentes, ou seja, um fôlego financeiro no mês, é possível dar o primeiro passo para quitar suas dívidas através da renegociação. Com a Recovery é possível conseguir descontos de até 98% para pagar os débitos em aberto e readquirir sua liberdade financeira.  

Clique aqui, confira a situação do seu CPF com a Recovery  e renegocie a sua dívida com descontos especiais. 

 

Você também pode gostar
valor salario minimo 2022_recovery
O valor do salário mínimo em 2022 mudou, assim ... Leia mais ➜
Cartão de crédito para negativado: saiba se é possível fazer
Conseguir um cartão de crédito para negativado é possível ... Leia mais ➜