Como pagar dívidas altas com pouco dinheiro: 5 passos simples

Como pagar dívidas altas com pouco dinheiro é a dúvida de muitas pessoas que estão endividadas.  

Apesar de parecer uma tarefa difícil, saiba que, com um bom planejamento financeiro e seguindo alguns passos, é possível zerar os débitos e voltar a ter crédito na praça pagando bem menos do que você deve. 

Para ajudar você a entender como pagar dívidas altas com pouco dinheiro, preparamos este passo a passo. Confira! 

 

Anote os 5 passos de como pagar dívidas altas com pouco dinheiro 

A grande questão desse passo a passo é entender bem como funciona o seu orçamento mensal, quais gastos podem ser cortados ou como fazer renda extra para que consiga cumprir com as parcelas do seu acordo de dívida.  

Isso porque a negociação é uma das opções de como pagar dívidas altas com pouco dinheiro, contando também com outras possibilidades como fazer um empréstimo que tenha uma taxa de juros menor que a sua dívida em aberto. Nesse caso, seria trocar uma dívida cara por uma mais barata. 

Confira a seguir o passo a passo completo e veja quais são as melhores opções para quitar as suas dívidas.  

 

1. Primeiro entenda o quanto ainda falta pagar e qual a sua situação financeira atual 

Revisar todas as contas e entender exatamente o que você deve é o primeiro passo para organizar o orçamento.

Uma visão clara da sua situação financeira, com as contas fixas, variáveis e dívidas em aberto, te ajudará a entender quanto você tem disponível dentro do orçamento para pagar seu saldo devedor. 

Portanto, a missão aqui é entender o quanto você pode reservar para quitar as dívidas. Lembre-se que esse valor não pode ser maior do que 30% do seu orçamento e a sua dívida pode ser negociada para melhorar a sua condição de pagamento. 

 

2. Negocie com a empresa para conseguir um desconto 

Com as dívidas identificadas e sabendo o quanto você pode comprometer do orçamento familiar para o pagamento delas, o próximo passo é procurar a instituição financeira credora para negociar o pagamento da dívida ativa. 

Caso você não tenha um valor guardado para o pagamento desses compromissos, pode se planejar para usar o dinheiro das férias, hora extra ou 13° salário

Fazer uma renda extranesse período também é uma opção de como pagar dívidas acumuladas sem prejudicar o orçamento familiar. 

Dessa forma, com um bom valor em mãos, fica mais fácil negociar descontos e condições de pagamento que caiba no seu bolso, diminuindo assim o valor da dívida. 

Se você tem dívidas com a Recovery, renegocie seu débito conosco no nosso site de forma 100% online. Clique aqui e consulte seu CPF.

 

3. Saiba onde poupar para conseguir cumprir o acordo 

Essa pode ser uma das tarefas mais difíceis, visto que normalmente o orçamento já é bastante justo, não é mesmo? Mas, dependendo do momento, é possível fazer o corte de gastos em alguns pontos, como aniversários, presentes muito caros, saídas em locais pagos, lanches no final de semana, dentre outros. 

Sem contar que, tão importante quanto economizar, é não fazer novas dívidas. Isso é essencial para não comprometer ainda mais o seu orçamento e conseguir pagar as dívidas que já foram negociadas com parcelas reduzidas e descontos.

 

4. Troque uma dívida cara por uma mais barata  

O “pulo do gato” para pagar as dívidas altas com pouco dinheiro é trocar uma dívida cara por uma mais barata. Isso é possível, por exemplo, ao fazer um empréstimopara quitar dívidas. Isso pode ser um caminho porque a taxa de juros do empréstimo pode ser menor que a da dívida de um cartão de crédito, por exemplo

É o caso de um empréstimo com garantia, onde você aliena um bem como garantia de pagamento da dívida, abrindo margem para negociar por uma taxa de juros menor. 

A questão aqui é você se lembrar de não comprometer toda a sua renda ou grande parte dela, pois certamente tem outras contas para pagar durante o mês.  

 

5. Negocie primeiro as dívidas com juros mais altos 

Os juros são os verdadeiros vilões daqueles que devem. Por isso, é importante começar a pagar as dívidas por aquelas que possuem as taxas de juros mais altas, como é o caso do cartão de crédito, por exemplo, que pode chegar a 371,25% ao ano.

Com a negociação na Recovery, por exemplo, é possível conseguir até 98% de desconto na sua dívida e formas de parcelamento que caibam no seu bolso, ou seja, você consegue reduzir bastante o valor do que deve e ainda adequar ao seu orçamento, fazendo com que você consiga cumprir com o combinado para sair do vermelho. 

Agora que você conhece o passo a passo de como pagar as dívidas altas com pouco dinheiro, clique aqui e consulte o seu CPF na Recovery.Oferecemos descontos e condições especiais de pagamento para você dar adeus às pendências financeiras! 

 

 

Você também pode gostar
Como sair das dívidas: tire todas as suas dúvidas
Dívida prescreve? Estar inadimplente e ter restrição de crédito ... Leia mais ➜
cartão de crédito
Conseguir um cartão de crédito para negativado é possível ... Leia mais ➜