Perdeu o emprego na pandemia? Veja dicas para voltar ao mercado de trabalho

A OIT(Organização Internacional do Trabalho) afirma que a região da América Latina e Caribe entrou em 2022 com 28 milhões de trabalhadores desempregados. No Brasil, são 12 milhões de pessoas desocupadas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE. Mas o cenário começou a mudar. A taxa de desemprego caiu de 14,5% para 11,1% no último ano e tende a ficar ainda menor com a retomada da atividade econômica no pós-pandemia. 

Ou seja, há mais chances de conseguir uma nova colocação! E, para apoiar você na ida ao mercado de trabalho, separamos algumas dicas que podem ajudar a otimizar a busca por vagas e melhorar o seu currículo. Confira! 

 

Áreas aquecidas e com mais ofertas de vagas no mercado de trabalho

Tecnologia

Gosta de computação e tem noções de programação? O setor de tecnologia é um dos que apresentam maior crescimento nos últimos anos. E, com isso, há diversas vagas sendo abertas constantemente, para atuar em diferentes frentes, desde a criação de sites, ao desenvolvimento de aplicativos para celulares e programas de computador, passando por áreas como garantia de qualidade e análise de dados. Vale dar uma pesquisada em colocações em plataformas como LinkedIn,Catho,Vagas.com.br,Trovit,Gupy.ioe outras. 

Você se interessa por essa área, mas ainda não sabe programar? Sem problema! Há vários cursos de programação e desenvolvimento que são oferecidos online, com preços bem acessíveis, em sites como Coursera,Khan Academy,Alurae Udemy.Há, inclusive, cursos gratuitos. Em pouco tempo, é possível se capacitar e já começar a atuar no setor de tecnologia. 

 

Comunicação

Com as empresas reforçando as vendas online, elas precisam de uma boa comunicação. Nota-se uma alta demanda por mão de obra em áreas como marketing digital, redes sociais, atendimento online ou comunicação corporativa.  

As vagas vão de redatores, ilustradores a designers e produtores de vídeos. Além disso, há colocações no setor que não exigem trabalho presencial, o que aumenta as possibilidades de busca – você não precisaria ficar restrito a vagas em sua cidade! 

 

Segurança digital

Você já deve ter reparado que, nos últimos anos, têm sido frequentes as notícias sobre ataques de hackers, vazamento de dados, violações de privacidade online e outras questões relacionadas à cibersegurança. Indivíduos, empresas e governos estão cada vez mais preocupados em proteger suas informações.  

Para atender a essa necessidade, o mercado precisa de bons analistas e outros profissionais, como advogados especializados em direito digital, por exemplo, que possam ajudar as organizações a se fortalecerem nesse tema. Por outro lado, o aumento do trabalho em home office também requer maior um cuidado maior com a segurança da informação. Se você tem familiaridade com o assunto, fica a dica. Essa é uma área em expansão! 

 

Negócios digitais

Com a pandemia, tivemos um avanço relevante do comércio eletrônico. Os sites de venda online tiveram um crescimento expressivo e as marcas que só trabalhavam com vendas em lojas físicas precisaram se adaptar ao novo contexto. Com isso, tornaram-se muito requisitados profissionais para melhorar o desempenho das empresas nesse universo, como especialistas em SEO, marketing e vendas digitais. 

 

Gestão de pessoas, projetos e produtos

Em qualquer empresa, uma das atividades mais importantes é fazer a gestão dos fluxos, para que o trabalho flua de forma dinâmica e otimizada, garantindo a otimização no uso dos recursos. Por outro lado, para serem lucrativas, as empresas precisam, cada vez mais, gerir bem suas equipes. Por isso, outra tendência é a de valorização de profissionais especializados tanto em gestão de recursos humanos, quanto em gestão de projetos de desenvolvimento de produtos. 

 

Qualidade e experiência do cliente

Esta área diz respeito a todo o contato que um potencial comprador tem com a empresa – afinal, quanto melhor a experiência do cliente, maiores as chances de ele voltar a comprar ou recomendar a empresa para um amigo. Neste campo, costumam ser muito requisitados os profissionais de tecnologia, para a construção de sites ou aplicativos, e de comunicação, como para a criação de conteúdo em redes sociais ou para o relacionamento direto com os clientes via canais de atendimento. 

 

Gestão de Riscos

Em tempos de instabilidades, sejam econômicas, políticas, ambientais ou sanitárias, a gestão de riscos tem se tornado uma área cada vez mais relevante. As oportunidades estão tanto nas áreas de gestão de riscos nos setores financeiro e industrial, por exemplo, quanto em empresas especializadas em oferecer soluções para essas questões, as chamadas consultorias estratégicas.  

Se você tem interesse em trabalhar com isso, geralmente é exigido um curso superior. A formação, porém, pode ter sido feita em qualquer área do conhecimento – desde as engenharias até direito ou comunicação. Avalie, por exemplo, se especializar no tema ESG (sigla em inglês da expressão “ambiental, social e de governança”), que tem ganhado relevância nos últimos tempos. 

 

Design de produto

Aparência importa, e muito! E, mais do que a estética, o design de produto se preocupa com a funcionalidade: é preciso que algo seja simultaneamente bonito e muito útil. Profissionais dessa área costumam ser muito requisitados para fazer embalagens, itens de consumo, móveis, peças para indústria, entre outros. É necessário ter uma graduação ou especialização para trabalhar com isso, mas este é um campo sempre em expansão. 

Enfermagem

Com a pandemia, as questões relacionadas à saúde tornaram-se ainda mais relevantes. E um dos profissionais mais essenciais neste campo são os enfermeiros, seja para cuidar dos doentes ou para realizar os fluxos internos do hospital. Essa também é uma área que exige formação específica,  mas há várias opções de cursos técnicos ou acadêmicos. 

 

Invista no currículo

O currículo é o seu principal canal de apresentação para as empresas. E, se a primeira impressão é a que fica, é importante caprichar na maneira como os recrutadores vão conhecer a sua formação e as suas habilidades. Assim, liste os cursos que você fez, seja em nível técnico, graduação, pós-graduação ou extensão, dando destaque para aqueles que tenham afinidade com a vaga à qual você está se candidatando.  

Além disso, não se esqueça de incluir o seu histórico profissional, com alguns detalhes sobre as vagas que ocupou – quais eram as suas tarefas, responsabilidades e principais projetos em que trabalhou, por exemplo. Mas não precisa aprofundar. A ideia é que o currículo traga uma rápida visão para quem vai contratar.  

Revise o português com cuidado, de forma a não deixar passar nenhum erro – para algumas empresas, especialmente para vagas em que é necessário trabalhar com texto, este tipo de descuido já é motivo para desclassificação. E, por fim, não descuide da aparência! Um currículo bonito também tende a ter mais sucesso entre os recrutadores; portanto, tente deixar as informações da maneira mais clara e organizada possível. Muitos sites, inclusive, oferecem modelos gratuitos de currículo para baixar e se inspirar. 

 

Cuide de sua página no LinkedIn

A plataforma, que funciona como uma rede social profissional, pode ser também uma excelente forma de se conseguir uma nova colocação. Há dezenas de vagas sendo oferecidas no LinkedIn diariamente e em várias áreas. Use esse potencial a seu favor! Se você ainda não tem uma conta na plataforma, não perca tempo.  

Ao criar ou atualizar o seu perfil, capriche! Imagine que ele será a sua vitrine profissional, o canal por meio do qual os recrutadores irão conhecer você e o seu trabalho. Para ter um perfil mais competitivo, insira no LinkedIn os dados que você costuma colocar no seu currículo, como formação, experiência e principais interesses. Se possível, inclua alguns links com exemplos do seu trabalho. Quanto mais detalhes, melhor! 

Com a página bem completinha, é hora de procurar por vagas. Na ferramenta de busca da plataforma, você consegue colocar o cargo ou área em que deseja trabalhar e ainda incluir filtros como cidade ou home office, por exemplo. Ao encontrar uma vaga, você pode acessar o site da empresa ou se cadastrar diretamente pelo LinkedIn. Boa sorte! 

 

Conte conosco para recomeçar

Quer sair das dívidas e voltar a ter o controle da sua vida financeira? Conte conosco! Consulte o seu CPF gratuitamente em nosso site e confira se as suas pendências estão sob nossa gestão. Temos parcerias com diversas empresas dos setores financeiro e varejista e podemos oferecer excelentes condições de renegociação!

 

Você também pode gostar
valor salario minimo 2022_recovery
O valor do salário mínimo em 2022 mudou, assim ... Leia mais ➜
Cartão de crédito para negativado: saiba se é possível fazer
Conseguir um cartão de crédito para negativado é possível ... Leia mais ➜