Especial Dia dos Avós: como ajudar pessoas idosas a se protegerem contra golpes e fraudes financeiras

Dia 26 de julho é Dia dos Avós! E, para celebrar a data, que tal dar um pouco de conhecimento de presente a quem já nos ensinou tanta coisa? Por não terem tanta familiaridade com a tecnologia, as pessoas idosas são os maiores alvos de golpes e fraudes financeirasnos meios digitais e, segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), durante a pandemia de covid-19, as tentativas de golpes financeiros contra pessoas idosas cresceram cerca de 60%.  

Por isso, é importante que os mais jovens — sejam filhos, netos, sobrinhos ou amigos — ensinem a eles o uso seguro  dos canais digitais. Confira algumas dicas sobre o que fazer para ajudar quem você ama a evitar esse tipo de problema. 

 

Golpes e fraudes mais comuns

 

Golpe do Whatsapp

Muitas pessoas – idosas ou não – já receberam um pedido de empréstimo urgente, que chega via Whatsapp acompanhado de uma história comovente, que as leva a transferir o dinheiro ou fazer um Pix. Algum tempo depois, percebem que foram vítimas de um golpe. 

Nesse tipo de fraude, os criminosos descobrem o nome e o número de telefone da vítima e clonam sua conta de Whatsapp. Para conseguir o código de segurança enviado por SMS, os fraudadores enviam uma mensagem para a vítima se passando por uma empresa na qual ela possui cadastro. Durante a ligação, pedem o código para algum tipo de atualização ou confirmação. Com essa informação nas mãos, os golpistas passam a ter acesso a todos os contatos e conversas da vítima e começam a enviar mensagens pedindo dinheiro emprestado.  

Para manter quem você ama longe dessa cilada, converse com parentes e amigos da terceira idade, orientando-os a jamais emprestar dinheiro sem antes fazer uma ligação para quem está fazendo o pedido, confirmando que a pessoa é realmente quem diz ser. Também é possível evitar a clonagem da conta aumentando o nível de segurança no aplicativo. Basta fazer o seguinte:  

  • Ative a verificação em duas etapas. Ao ativar essa opção, você define uma senha de seis dígitos que será solicitada sempre que sua conta for habilitada em um novo aparelho, diminuindo as chances dos golpistas clonarem o seu número. Para isso, no Whatsapp, entre em “Configurações”, clique em “Conta”, depois em “Confirmação em duas etapas” e siga as instruções.  
  • Nunca compartilhe o código de segurança do Whatsapp

 

Golpe do novo número

O golpe do novo número é mais simples, mas pode causar um grande transtorno. Nele, alguém se passa por você, enviando mensagens para seus contatos dizendo que mudou de número de telefone e pedindo para salvarem o novo na agenda. A partir daí, o golpista tenta pedir dinheiro emprestado aos seus contatos alegando um imprevisto ou emergência. 

Para dar mais autenticidade à farsa, os criminosos podem roubar fotos de perfis nas redes sociais e conseguir contatos de celulares roubados. É preciso muito cuidado com esse tipo de golpe, pois quem o aplica costuma saber muito bem como se passar por outra pessoa. Mas dá pra evitar a armadilha (e orientar outras pessoas a não cair nela) tomando alguns cuidados:  

  • Deixe sua foto de perfil no WhatsApp visível apenas para os contatos. Para isso, entre em “Configurações”, clique em “Conta” e depois em “Privacidade”. Em seguida, clique em “Foto do perfil” e deixe visível apenas para seus contatos. 
  • Não compartilhe a foto do seu WhastApp em outras redes sociais. 
  • Restrinja o acesso às informações das suas redes sociais. Deixe suas fotos e informações visíveis só para amigos ou seguidores. 
  • Tenha sempre um pé atrás com números desconhecidos enviando mensagens. Mesmo que a foto do perfil seja de alguém que você conheça, ligue para o número antigo da pessoa para ter certeza que a mensagem é verdadeira. 
  •  

Phishing: o golpe da pescaria digital

Outro crime virtual bem comum é o phishing, ou “pescaria digital”: uma fraude utilizada para obter dados e senhas pessoais das vítimas por meio de um link falso. O golpe atinge principalmente as pessoas que não possuem muito conhecimento sobre tecnologia e acabam sendo induzidas a clicar em anúncios — que chegam por email, redes sociais ou Whatsapp — com ofertas imperdíveis. Assim, acabam sendo “fisgados” e tendo os seus dados roubados. Para ajudar seus amigos e familiares a não caírem nessa, oriente-os a:  

  • Não clicar em links duvidosos ou arquivos anexos enviados por Whatsapp ou e-mail. Antes de clicar, confirme com a pessoa ou empresa que enviou se a mensagem é verdadeira e se o link é seguro. 
  • Não clicar em e-mails e mensagens com promoções extraordinárias. Ao receber ofertas imperdíveis, desconfie: se está bom demais para ser verdade, provavelmente é mentira! 
  • Não informar dados pessoais. As empresas nunca ligam pedindo dados de acesso, senhas ou códigos de segurança.  
  • Mantenha o antivírus do computador sempre atualizado. 

 

Os novos golpes

Infelizmente, com a evolução da tecnologia, as fraudes também evoluem rapidamente. Por isso, é importante estar atento. Confira dois novos golpes e descubra como evitá-los. 

 

Golpe do empréstimo consignado

Não é de hoje que o golpe do empréstimo consignado perturba a vida de pensionistas e aposentados. Mas, com o auxílio da tecnologia, os métodos utilizados pelos criminosos para aplicá-lo estão ficando cada vez mais refinados.  

Seja por meio do Whatsapp, e-mail ou ligações, o objetivo é o mesmo — roubar dinheiro e/ou dados pessoais. Para fazer isso, os criminosos vêm atuando de duas maneiras:  

  • Depósito antecipado: os golpistas oferecem um empréstimo consignado vantajoso e pedem um pagamento antecipado para a liberação do dinheiro. 
  • Roubo de dados pessoais: os ladrões entram em contato com aposentados e pensionistas fingindo falar em nome de alguma instituição financeira e pedem a confirmação de dados pessoais ou foto de documentos. Com os dados em mãos, abrem contas ou contratam planos de celular em nome da vítima. 

Em ambos os casos, instrua as pessoas idosas a: 

  • Negociar apenas com instituições financeiras reconhecidas. Ao receber um contato, busque pelo nome da empresa para saber se ela existe e contate apenas os canais oficiais informados no site. 
  • Jamais realizar depósitos de qualquer valor para estranhos. Desconfie especialmente se insistirem para que a operação seja feita rapidamente. 
  • Nunca informar nenhum dado pessoal por telefone, Whatsapp ou e-mail. Para preencher dados, devem ser utilizados apenas os aplicativos ou sites oficiais das empresas. 

 

Golpe do FGTS

Com a liberação antecipada do FGTS,um novo tipo de golpe, que funciona como o phishing, tem tirado o sono de muita gente. Nele, os golpistas desenvolvem sites que parecem legítimos e pedem que as pessoas informem seus dados pessoais.  

Veja como funciona: por meio de mensagens de SMS, Whatsapp ou e-mail, os criminosos mandam uma notificação dizendo que a vítima tem dinheiro do FGTS disponível para sacar, juntamente com um link que a direciona para o site falso. Uma vez no site, são solicitados dados pessoais para a liberação do saldo. Se a pessoa cair na armadilha e fornecer os dados, os golpistas ficam à vontade para fazer saques no FGTS, contratar empréstimos e abrir contas em bancos.  

Para não cair nessa, as recomendações são as mesmas dos outros casos de phishing: evitar clicar em links suspeitos e jamais passar informações pessoais pela internet em sites não seguros. Para saber se um site é mesmo confiável, siga os passos abaixo:  

  • Confira se o endereço do site de fato te leva ao site oficial da empresa. Endereços de sites fraudulentos podem conter, por exemplo, pequenos erros no nome da empresa ou usar extensões diferentes, como .net ou .org. 
  • Verifique se o site possui selos de segurança. Eles pode estar localizados na parte superior ou lá no final da página, como no nosso site.
 

Como denunciar um crime virtual

Com todas as informações e dicas que você conferiu até agora, é possível dar uma boa orientação para que você e as pessoas idosas que você conhece não sejam vítimas de golpes e fraudes virtuais. Mas, mesmo tomando bastante cuidado, ninguém está livre de cair nessa. Por isso, caso aconteça, é bom saber como denunciar essas práticas. 

No Brasil, existe uma leique tipifica os crimes virtuais. Ela prevê prisão e multa para quem usa os meios cibernéticos para obter informações particulares e usá-las ilegalmente. Para fazer uma denúncia, siga os passos abaixo e ensine-os para as pessoas idosas que você conhece:  

  1. Reúna evidências: salve e-mails, conversas de Whatsapp e tire print screens para juntar material que comprove a ocorrência de um crime virtual.
  2. Em caso de fraudes na conta bancária ou cartão, comunique imediatamente seu banco. Solicite o cancelamento da transação e bloqueio do cartão.
  3. Faça um Boletim de Ocorrência: vá a uma delegacia e faça um B.O (Boletim de Ocorrência). Com o boletim em mãos, você pode dar início ao procedimento para reparação de danos.  

Denuncie sempre. Fazendo isso, você ajuda na notificação deste tipo de crime, contribuindo para que cada vez mais medidas sejam tomadas na prevenção dos golpes virtuais. 

 

A melhor prevenção é a informação

Todo cuidado é pouco, e toda informação é fundamental para a prevenção dos golpes e fraudes virtuais. Por isso, converse com as pessoas idosas que você ama sobre o que você aprendeu nesta matéria. Faça combinados com eles, deixando claro o que fazer em situações suspeitas e se coloque à disposição para ajudar em caso de dúvidas. Para  facilitar, sugira que ele coloque o seu número em discagem rápida no celular, para que entre em contato com você nestas situações. 

Reforce que jamais se deve compartilhar senhas, nem anotá-las em pedaços de papel ou no bloco de notas do celular. Leia também a nossa matéria sobre como criar uma senha fortee ajude-os com isso. 

 

Conte conosco sempre!

Estar atento aos crimes virtuais e ajudar os mais velhos a se protegerem deles é uma maneira de cuidar de si mesmo e de quem você ama. A Recovery é uma empresa confiável, e em nosso blog você encontra outras matérias que podem ajudar a aumentar a sua segurança e a de pessoas importantes para você. Acesse e confira como fazer a consulta de seus débitos de forma confiável, saber mais sobre a segurança do Pix, ficar atento aos riscos de emprestar seu nome para terceiros, se proteger de fraudes no cartão de créditoe muito mais! 

 

 

 

Você também pode gostar
Como sair das dívidas: tire todas as suas dúvidas
Dívida prescreve? Estar inadimplente e ter restrição de crédito ... Leia mais ➜
valor salario minimo 2022_recovery
O valor do salário mínimo em 2022 mudou, assim ... Leia mais ➜
cartão de crédito
Conseguir um cartão de crédito para negativado é possível ... Leia mais ➜