O PIX CHEGOU! ENTENDA COMO FUNCIONA

O PIX CHEGOU! ENTENDA COMO FUNCIONA

O Pix é a nova maneira de fazer transações financeiras anunciada pelo Banco Central. Com ele, é possível fazer pagamentos e transferências instantâneas em qualquer dia e horário. A novidade busca deixar as operações financeiras mais práticas e acessíveis para população e empresas.

Muitas são as dúvidas que giram em torno da nova ferramenta, continue a leitura do Blog da Recovery e entenda como funciona o Pix.

Como funciona o Pix do Banco Central

 

O QUE É O PIX?

Em novembro de 2020 o Pix ficou disponível para toda a população brasileira. O sistema possibilita pagamentos instantâneos, surgindo como uma alternativa para o TED e DOC. Antes do Pix, para fazer alguma operação era necessário ter em mão o nome da pessoa junto com os dados da conta, e o dinheiro tinha prazo para cair na conta. Com o Pix basta ter a chave de cadastro que é possível realizar a operação em menos de 10 segundos, e a quantia cai na mesma hora.

 

COMO FUNCIONA O PIX?

Ao cadastrar a sua chave no Pix ele já está pronto para fazer e receber pagamentos e transferências. O sistema está integrado junto a uma conta, para usá-lo basta acessar o aplicativo do banco ou da instituição financeira em que a conta está vinculada. Para se cadastrar no Pix não é preciso ter uma conta em bancos tradicionais. O sistema também funciona com bancos e carteiras digitais como Nubank, PicPay e Mercado Pago.

O Pix possibilita operações entre pessoas físicas, jurídicas e instituições governamentais. Para utilizá-lo, basta entrar no aplicativo da instituição financeira e ir ao menu dedicado ao sistema. Pessoas físicas que fazem transações pelo Pix são isentas de taxas. Pessoas jurídicas têm taxas variáveis pois cada instituição financeira tem um percentual diferente. Mas, o Banco Central deixou claro que as taxas a serem cobradas do Pix devem ser menores que as praticadas no mercado.

 

PIX: PAGAMENTO INSTANTÂNEO

O Pix possibilita a realização de pagamentos e transferências instantâneas. As operações podem ser feitas e recebidas em segundos. Essas podem ser realizadas a qualquer horário e dia da semana, incluindo feriados. As operações com o sistema podem ser feitas de 3 maneiras:

  • Chaves Pix: as chaves permitem realizar e receber transferências bancárias.
  • QR Code: o código que pode ser estático (gerando para uma única transação) ou dinâmico (para múltiplas transações). Com ele é possível comprar produtos e pagar contas.
  • NFC (Near Field Communication): essa tecnologia possibilita pagamentos por aproximação do aparelho celular. Essa função está em desenvolvimento e deve estar disponível em breve.
 

Faça pagamentos e transferências de maneira instantânea com o Pix
O Pix permite realizar pagamentos e transferências de maneira instantânea

QUAIS SÃO AS CHAVES DO PIX?

As chaves são uma maneira de identificar os usuários no Pix. Ao fazer o cadastro, as opções para chave são: CPF/CNPJ, número do celular, email, ou um código aleatório contendo números e letras gerado pelo sistema. Essa chave permite a identificação do usuário de maneira rápida, o que possibilita realizar operações de forma instantânea. A chave é suficiente para fazer operações sem a necessidade de informações da conta.

Pessoas físicas podem cadastrar até 5 chaves, enquanto empresas podem cadastrar até 20. Uma mesma informação não pode ser usada em contas diferentes, por exemplo se na conta A foi cadastrado o CPF ele não pode ser utilizado como chave de outra conta. Isso acontece porque a chave serve como o RG da conta, então em cada conta necessita de uma informação única.

 

SAQUES COM O PIX?

O Banco Central planeja liberar logo no começo de 2021 saques através do Pix. A operação poderá ser feita em lojas e redes varejistas. Para isso, o usuário se dirige ao caixa da loja e informa que deseja sacar uma quantia utilizando o Pix.

O operador de caixa seleciona a opção e gera um código QR para o cliente, após a leitura do código pelo cliente o dinheiro pode ser sacado. A opção facilita o saque para consumidores, por não necessitar de um caixa eletrônico, e os comerciantes vão receber redução de custos pelo manejo do dinheiro.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *