Atendimento online

NOTÍCIAS

home/ Notícias

Economizando na cozinha

Economizando na cozinha

Grande parte da renda dos brasileiros é destinada à alimentação. E por conta disso, muita gente acaba se perdendo nas contas e se endividando para comer bem e não passar vontade. Mas encontramos algumas soluções que podem ajudar (principalmente o seu bolso) nesse processo:

  1. 1. Leve marmita para o trabalho: se você tem essa possibilidade na empresa em que trabalha, será uma boa redução de custo. Além de não desperdiçar a comida do final de semana ou até mesmo do jantar da noite anterior, você pode economizar uma boa grana.
  2. 2. Reutilize as sobras de comida: que tal fazer bolinhos de arroz com a sobra da noite anterior? E os legumes que não foram utilizados, juntamente com as folhas e talos que você provavelmente jogaria fora na hora de preparar a salada, podem virar uma deliciosa sopa ou caldo. Além de frutas que estão para estragar que podem render uma salada de frutas, uma ótima dica para uma sobremesa saudável. Pesquise no Google algumas receitas rápidas e práticas que te ajudam a economizar e também a evitar o desperdício de alimentos.
  3. 3. Espere para comprar na hora na xepa (fim de feira): em tempos de crise, você não será o único fazendo isso. Até porque muitos consumidores já aderiram ao hábito de fazer as compras no final da feira para conseguirem menores preços. Nesta hora, para evitar prejuízo e desperdícios, os comerciantes normalmente baixam os preços dos alimentos.

Com essas dicas você vai não só economizar tempo e dinheiro, mas comer bem durante toda a semana.

LEIA MAIS +

Educação financeira: cursos gratuitos te ensinam a lidar melhor com o dinheiro

Lidar com o dinheiro de forma mais saudável é um desafio para muita gente. Pensando nisso, muitos especialistas dedicam seu […]

COMO MANTER AS FINANÇAS EM DIA DURANTE O ANO TODO 

As promessas de ano novo são sempre as mesmas: regime, mudanças de hábito, economia de dinheiro… Mas, será que dá […]

Educação financeira também é coisa de criança!

A construção de uma vida financeira saudável pode (e deve!) começar na infância. Nessa fase, crianças aprendem conceitos que refletirão […]