Atendimento online
(11) 4765-8402 Negocie agora

NOTÍCIAS

home/ Notícias

Crédito rotativo: entenda as regras

O Banco Central, para evitar que o crédito rotativo desemboque na famosa “bola de neve”, decidiu alterar as regras desse tipo de empréstimo em abril de 2017. Muita gente, porém, ainda não entende como essa modalidade funciona, por isso vamos explicar as regras que agora estão valendo:

O crédito rotativo costumava ser uma opção para quem não conseguia pagar o valor total da sua fatura do cartão de crédito, mas também não queria ficar com o nome negativado. Essa facilidade, no entanto, apenas adiava o problema – já que no mês seguinte era cobrado o valor da fatura do mês atual, o valor restante do mês anterior e os juros do rotativo.

O problema é que os juros do cartão de crédito são muito altos. Ou seja, você acabava pagando valor ainda maior que o original e ficava ainda mais difícil pagar o valor da dívida total. Muita gente acabava ficando “presa” ao rotativo por vários meses.

A nova regra do rotativo determina que o consumidor só pode fazer o pagamento mínimo da fatura uma vez. O restante é automaticamente financiado e lançado no mês seguinte, com juros.

Ou seja, no segundo mês, ou ele paga o valor total da dívida, ou parcela a fatura. O banco não pode mais oferecer o pagamento mínimo e deve parcelar a dívida em outra linha de crédito, com o juro mais barato. Para evitar os juros, o ideal, se houver um dinheiro extra, é quitar a dívida em vez de parcelar.

LEIA MAIS +

Educação financeira também é coisa de criança!

A construção de uma vida financeira saudável pode (e deve!) começar na infância. Nessa fase, crianças aprendem conceitos que refletirão […]

Resista: não faça dívidas por impulso!

A gente conversa bastante sobre a importância do planejamento financeiro, do controle de gastos e da reserva de emergência, né? […]

Planejamento: mais controle para a vida financeira

Fechar a conta no final do mês parece um desafio impossível para muitos brasileiros. Mas, ao invés de perder o […]