10 dicas para enfrentar o desemprego

Nos últimos anos o Brasil vem enfrentando a alta do desemprego, segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) em parceria com o IBGE, em 2020 o desemprego atingiu 13,4 milhões de brasileiros. Com a retração da economia, e a situação impulsionada pela COVID-19 diversas pessoas se encontram desempregadas e buscando recolocação no mercado de trabalho.

Para ajudar as pessoas a enfrentar o desemprego, o Blog Recovery separou 10 dicas de como superar esta situação e começar a procurar novas oportunidades. Lidar com as contas e despesas exige uma fonte segura de renda, por isso entendemos a importância e urgência deste momento para milhares de famílias brasileiras. Continue a leitura e confira 10 dicas para enfrentar o desemprego.

Confira dicas de como enfrentar o desemprego
Confira dicas de como enfrentar o desemprego

DESEMPREGO NO BRASIL

O Brasil vem enfrentando uma crise trabalhista nos últimos tempos, a mesma pesquisa da Pnad que aponta o número de desempregados no Brasil também revela a média anual de desemprego como 13,4% em 2020, número mais alto desde o início do levantamento em 2012. Isso resulta em mais pessoas fora do mercado de trabalho e um aumento do trabalho informal como forma de lidar com as dívidas e despesas enquanto um trabalho fixo não é encontrado.

O desemprego virou uma realidade no Brasil, as pessoas estão precisando aprender a como lidar com os problemas que ele custa e como reverter esta situação. Atitude que se tornou mais difícil com a chegada da pandemia e uma maior retração do mercado. Porém, algumas atitudes podem ser tomadas para que o retorno ao mercado de trabalho aconteça de modo mais rápido. Confira abaixo as dicas que a Recovery separou para você.

TIRE UM TEMPO PARA REFLETIR SOBRE OS PRÓXIMOS PASSOS

Ser demitido é um choque, na maioria dos casos, a pessoa não está esperando pela demissão e quando isso acontece surgem diversas dúvidas. Nesse primeiro momento é importante não deixar o medo tomar conta da situação e estar perto das pessoas que podem te ajudar financeiramente e emocionalmente. 

Após o choque inicial, comece a traçar rotas e pensar sobre o que você quer e para que lado pretende ir daqui para frente. Ter essas ideias claras vai facilitar a manter o foco nos objetivos e metas desejadas.

ENTENDA O QUE VOCÊ QUER DAQUI PARA FRENTE

Entender o que você quer é importante, isso porque esse é um momento de mudança na sua vida, é preciso analisar quais são as suas vontades para dar os próximos passos. Começar o próprio negócio, mudar de área ou mudar de cidade, nesse momento é possível fazer coisas novas que você estava planejando há algum tempo mas nunca teve tempo. Por isso, antes de procurar um novo emprego, entenda para qual lado você pretende seguir e se planeje para atingir os objetivos que estão em mente.

CUIDE DA SUA SAÚDE MENTAL

Cuidar da saúde mental se torna ainda mais essencial neste período para enfrentar o desemprego. Para isso, é preciso tirar um tempo de descanso e, se necessário, buscar ajuda profissional. Diversos centros de apoio disponibilizam psicólogos e psiquiatras de maneira gratuita. 

Manter a sua saúde em dia faz com que você tenha mais energia e motivação para encontrar um novo emprego e dar novos passos na sua vida. Por isso, dedique um tempo para descansar e para controlar a ansiedade e os demais problemas que se intensificaram durante os períodos de incerteza.

FAÇA UM PLANEJAMENTO

Para lidar com os próximos dias é preciso planejar. Depois de entender a sua situação e saber para quais lados você pretende ir é preciso criar um planejamento do que é preciso fazer para atingir os objetivos. Seja se especializar, fazer novos contratos ou mudar de área. 

Além do planejamento de carreira, é preciso se planejar financeiramente, entender o quanto de dinheiro você tem disponível e saber o quanto você pode gastar nos próximos meses enquanto não se recoloca no mercado de trabalho. Isso evita que o dinheiro seja gasto todo de uma vez e gere endividamentos, por isso, planeje como você vai gerir a sua carreira e o seu dinheiro.

Faça um planejamento dos próximos passos
Faça um planejamento dos próximos passos

ECONOMIZE DINHEIRO

Nesse momento o melhor a se fazer é economizar dinheiro para utilizar as quantias no pagamento de contas e em compras necessárias. Analise os seus gastos mensais e encontre pontos que podem ser cortados do orçamento, priorize as coisas essenciais e deixe os gastos supérfluos de lado durante este período. 

Crie um teto de gastos mensais e adote dicas de economia doméstica para que toda família colabore com a redução de gastos. Procure sempre promoções e nas compras realizadas pela internet utilize cashback para ter parte do dinheiro de volta. Com organização e planejamento financeiro é possível fazer com que o dinheiro dure mais durante este período.

PESQUISE SOBRE O MERCADO

Ao buscar recolocação é importante entender o que há de novo no mercado que você pretende ingressar. O mundo está cada vez mais dinâmico e esse dinamismo reflete na forma de trabalho, sempre surgem novas tecnologias ou um novos programas que estão revolucionando o mercado e as empresas exigem o conhecimento. Por isso, entenda o que chegou de novo no mercado da área que você deseja ingressar e mostra estar por dentro das novas tendências.

BUSQUE POR ESPECIALIZAÇÃO

Ao entender o que há de novo no mercado, busque aprender sobre. Estude e entre em contato com outros conhecimentos, faça cursos, participe de palestras, rodas de bate-papo e encontros com especialistas na área. Esse é um ótimo jeito de você aprender novas coisas e entrar em contato com pessoas especializadas no assunto que pode oferecer ou informar sobre possíveis vagas. 

Além disso, a especialização te torna apto para realizar determinada atividade além de mostrar aos recrutadores que você buscou se informar sobre as novas tendências durante esse período fora do mercado. Portanto, invista em novos conhecimentos e em especializações na área que você pretende seguir.

ATUALIZE O CURRÍCULO

Antes de procurar um novo trabalho é muito importante atualizar o seu currículo com todos os seus conhecimentos e experiências profissionais. Além de descrever as principais funções que você já desempenhou, isso mostra quais habilidades e competências você possui. Além disso, não esqueça de incluir programas, técnicas, idiomas e softwares que você domina para ganhar destaque na hora da seleção.

Além do currículo clássico, invista no LinkedIn, uma rede social dedicada à vida profissional e uma ótima alternativa para buscar novas vagas. Faça o seu perfil no LinkedIn e coloque todos os seus dados profissionais e comece a se candidatar nas vagas que tem o seu perfil.

Se atualize sobre a sua área para se recolocar no mercado
Se atualize sobre a sua área para se recolocar no mercado

CONSULTE SUA REDE DE CONTATOS E INFORME PARA AS PESSOAS QUE ESTÁ DESEMPREGADO

Entre em contato com todas as pessoas que você acha que pode saber de alguma vaga de emprego, seja ex-colegas de trabalho, faculdade, amigos que trabalham em empresas do mesmo ramo e acione a sua lista de contatos para saber de novas oportunidades.

Além disso, avise para as pessoas que você está em busca de emprego, desta forma, quando alguém ficar saber de alguma oportunidade elas vão te avisar o que pode aumentar suas chances de encontrar um novo emprego mais rápido. Por isso, não tenha vergonha e deixe as pessoas saber que você está disponível para um novo emprego.

INVISTA EM RENDA EXTRA ENQUANTO NÃO ACHA UM EMPREGO FIXO

Enquanto um emprego formal não aparece e você precisa lidar com os gastos de casa, opte por fazer uma renda extra para sustentar a situação de forma temporária. Encontre algo que você tenha habilidade e tente comercializar isso como a venda de doces, bolos, salgados, marmitas entre outros alimentos. Se você entende algum idioma ou toca algum instrumento, oferecer aulas particulares pode ser uma boa opção. 

Outra alternativa é desapegar daquilo que você não usa mais e vender móveis e roupas que você não utiliza. Além disso, busque trabalhar como freelancer para clientes ou empresas, algumas empresas usam o trabalho freelancer como porta de entrada para uma futura contratação. Encontre aquilo que mais se encaixa com a suas habilidades ou com a sua área e invista enquanto algo fixo não aparece.

Você também pode gostar